Festa de Lançamento do álbum de el Sur Todas as Sombras

Fevereiro de 2020

No próximo dia 27 de Fevereiro vamos fazer a festa de lançamento do LP de el Sur, Todas as Sombras. Será uma boa oportunidade para levantar as recompensas e ouvir pela primeira vez todo o disco.
Vamos estar a partir das 19h00 na escola Compadre Cooking nos Anjos acompanhados dos Mestres da casa em pré-misturas na cozinha inscrição disponível na plataforma indiegogo

PROGRAMA
19h00 - Misturas na Cozinha com el Sur *
(é necessário pré-inscrição para poder participar nesta parte do evento)

21H00 - Entrega das recompensas adquiridas através da plataforma indiegogo a todos os que nos ajudaram neste processo e que queiram estar presentes.

22H00 - Escuta completa e desatenta do disco.

Vamos receber-vos com um abraço do tamanho do mundo nesta nossa festa do primeiro filho de corpo inteiro de el Sur!

(*)

Misturas na Cozinha com el Sur

Os mestres de cozinha da escola Compadre Cooking e os músicos de el Sur vão misturar os cheiros, sabores e cores de Portugal e da América Latina. Vem cozinhar connosco ao som de "Todas as Sombras". As misturas são a 27 de Fevereiro a partir das 19H00 e têm um número de inscrições limitado. Inscreve-te adquirindo o PERK em indiegogo ou envia e-mail para elsur.pt@gmail.com e coloca no assunto MISTURAS


História para Ninar Gente Grande

11 de Fevereiro (2020)

Brasil
Meu nego deixa eu te contar
a História que a história não conta


Já lhe chamaram o hino do país que não está no retrato.
História para Ninar Gente Grande é o samba-enredo da Estação Primeira de Mangueira que venceu o Carnaval do Rio em 2019.
Numa versão que mistura o verde e rosa das cores da Mangueira com as sombras que ecoam do Brasil, el Sur faz desta canção a sua bandeira e o segundo single retirado do disco "Todas as Sombras" que será lançado a 28 de Fevereiro.


Pré-venda do álbum Todas as Sombras
disponível no Indiegogo

29 de Janeiro de 2020

Encontrámos finalmente o tempo certo. E as canções, acreditamos, refletem-nos. Refletem o tempo e as sombras em que vivemos, mas também nos refletem por inteiro, pelo inteiro que vamos sendo. Por isso este é o tempo e o disco está feito. Está pronto e agora também será vosso. Vamos lançar o CD no dia 28 de Fevereiro mas estamos a promover a venda antecipada através do IndieGogo. Assim podes comprar o CD um pedacito mais barato e em breve reservar o bilhete para a apresentação de Todas as Sombras.
A fotografia é do Filipe Serralheiro.


Todas as Sombras a 28 de Fevereiro

27 de Janeiro de 2020

Todas as sombras é um verso retirado de Alta Traición, o primeiro tema original escrito por nós para este disco. Todas as Sombras porque em cada uma das canções que fomos gravando e produzindo ao longo deste ano há sombras que foram montanhas mas também há as penas de cinza ou a sombra que Saramago recorta da parede ou as sombras antigas do Tiago de Lemos Peixoto. Porque este também foi um ano carregado de sombras que nos contaminaram a escrita, os sons, as palavras. Há algum tempo falávamos da viagem a Sul, da América Latina e dos seus poetas, de ver el mundo al revés e, num ápice, esse mundo belo que parece tão distante aproximou-se violentamente, atacado, acossado devorado por uma actualidade fria e brutal. Este é o tempo do Sul.
A fotografia é do Filipe Bonito.


Último Poema

12 de Dezembro (2019)

Deixo os olhos correr
entre o fulgor dos cravos
e os dióspiros ardendo na sombra.


Um poema sombrio e assombrado por espíritos de Natais passados, onde só brilham alguns cravos e um solitário dióspiro.
(e é uma canção de Natal, digamos assim, segundo Eugénio de Andrade)
O nosso primeiro single "Último Poema" terá edição digital em breve, para já lançamos no youtube o teledisco do tema. Em el Sur não há – pelo menos por enquanto – poemas de amor; antes uma canção desesperada.


Quase quase

Lisboa, Outubro de 2019

Estamos quase quase de disco cá fora. Tem sido uma jornada e tanto cheia de gente boa a ajudar-nos! A fotografia é do Filipe Bonito.


Abajo la noche obscura

7 de Fevereiro

Abajo la noche obscura
Oro, salitre y carbon
Y arriba quemando el sol


Nas palavras de Violeta Parra estão a pobreza e a opressão mas também
a esperança e a força de um povo que resiste.
Y arriba quemando el Sol é mais um suspiro a caminho de um disco que queremos breve.
Um abraço do tamanho do Sol todo ao Abidula, à Beatriz, ao Diogo, ao Enir,
ao Hélder, ao Hugo, ao Joaquim e ao Nelson.


Mais do que dez lugares

25 de Janeiro

Alta Traición é uma canção de el Sur.
Nasceu entre o desafio de transformar em música o poema do José Emílio Pacheco, falecido a 26 de Janeiro de 2014, e a fervilhosa experiência de fazer canções para um disco que aparecerá no espaço de um suspiro ou dois.
Este video cresce nessas entranhas. A barriguda el Sur, que quer pôr tudo cá fora, arregaçou as mangas e desatou a riscar um filme com a ajuda preciosa de cierta gente.
Recebemos videos de muito mais do que dez lugares. Da Nova Zelândia à Suécia, do Japão a Buenos Aires passando pela Ria Formosa e por Grândola.
Cierta gente são: Ana Ferreira, Ana Tarrafa, Ana Zeverino, Bruno Carvalho, Carlos Faia Fernandes, Catarina Pereira, Cristina Belchior, Danny Powell, Edna Leila, Eduardo Ampuero, Elisabeth Kingsley, Eliza Peixoto, Fernando Costa, Filipa Malva, Filipe Andrade, Filipe Bonito, Flávia Moreira, Frank Kopperschlager, Gualter Alegria, Helder Menor, Helena Brandão, Hugo Barros, Humberto Nelson Serrão, Inês Carvalho, Inês J, Isabel Lourenço, Isaura Lobo, Jenny A Wenhammar, Joana Torok, João Bengala, João Casanova, João Lopes, João Paulo Soares, João Pimenta Lopes, João Ricardo Almeida, Lily Nobrega Guilherme, Luisa Pires Barreto, Manan Aggarwal, Marcela Mico, Márcio Ferreira, Mariana Camacho, Mitch Balintos, Mitsuaki Peter Miyata, Nam Ho, Nathan Kingsley, Nuno Marcolino, Nuno Mendes, Oscar Mourave, Patricia Carneiro, Patricia Garrocho, Pedro Salvador, Pedro Silva, Ricardo Andrade, Rocío Ramos, Rodolfo Teixeira, Rodrigo Octaviano, Rudi Araújo, Rui Roque, Sara Gusmão, Sofia Magalhães Costa, Teresa Camarão, Túnia Er, Valeria Nuciari e o Victor Rodrigues.


chili na ponta dos dedos

SMUP - Parede, 18 de Janeiro

Ali ao lado do Mar em dia de chuva estivemos com a gente boa que ajudou um dia bom a tornar-se memorável. Depois de uma tarde intensa a preparar e a gravar video para um dos temas novos que vão andar por aí só mesmo um abraço de uma sala calorosa e o carinho da malta da Cultura No Muro para transformar de vez uma noite de Inverno numa memória calorosa.


e o Oceano aqui ao lado

Concerto na SMUP - Parede, 18 de Janeiro

Ali ao lado do Mar vamos ter novas canções nossas que queremos vossas, o som dos horizontes do sul... chili na ponta dos dedos.


Dias do Desassossego

16 de Novembro

Estivemos na Fundação José Saramago a pintar com os nossos cinquenta dedos qualquer coisa de um arquipélago perdido nos mares profundos que nos unem. Parámos um pouco em Lanzarote fogo, negro e verde. Fundação SaramagoProcurámos a Ibéria e os nossos próprios lugares terra e rio que não deixarão nunca de ser Sul. Foi muito bonito e honroso para nós estar no início dos Dias do Desassossego. Devolvemos um grande abraço ao público que transbordou a biblioteca, à Fundação e à maravilhosa equipa que nos trata sempre com muito carinho.


Dias do Desassossego

16 de Novembro

Vamos estar na Fundação José Saramago a pintar com os nossos cinquenta dedos algum arquipélago novo neste mar profundo que nos une mais do que separa, talvez ficar um pouco em Lanzarote fogo, negro e verde. Olhar para cima, de novo e ver a Ibéria e os nossos próprios lugares terra e rio que não deixarão nunca de ser Sul.
Estamos a preparar um disco e no espectáculo, para além do repertório da América Latina, vão haver temas originais. Uma parte do espectáculo será dedicada a José Saramago.
elSur

E-mail: elsur.pt@gmail.com
Tel. 913450743